BOAS PRÁTICAS SÃO RECONHECIDAS NA 1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO PROFESSOR DESTAQUE NA EDUCAÇÃO

Práticas inovadoras merecem reconhecimento, aplausos e prêmios. Nesta quarta-feira (30) foi dia de homenagear os professores inscritos no Prêmio Professor Destaque na Educação – 1ª Edição, pelas experiências bem sucedidas nas unidades escolares da rede municipal de ensino de Marilândia. A cerimônia contou com presença de professores, diretores, pedagogos e convidados.
Estiveram também, presentes na cerimônia, o prefeito Geder Camata, o Vice-prefeito Jô Comério, o Vereador Cimá Fubá, o professor Anderson Mendes Batista dos Anjos, da Fundação Castelo Branco e lideranças religiosas da comunidade.
A cerimônia foi de reconhecimento dos resultados expressivos alcançados em projetos desenvolvidos no ano de 2018 e 2019 até a data final das inscrições, descritos em relatos de experiência.
A premiação começou com uma homenagem feita pela Secretária de Educação Sandra Maria Firmes Altoé, aos professores presentes e com a entrega dos certificados das escolas participantes do concurso.
Todas as escolas participantes receberam certificados e, em especial, a Escola Angelo Bravin, que recebeu menção honrosa pela mobilização da equipe na inscrição de seus projetos.
Neste ano o concurso foi realizado na Categoria Práticas Inovadoras do Professor, dividido em três temas: Leitura e escrita e sua abrangência no contexto escolar, Uso das tecnologias no contexto escolar e Temas contemporâneos em educação.
Com o tema Leitura e escrita e sua abrangência no contexto escolar, o primeiro lugar foi conquistado com o projeto “A Festa dos Gêneros Textuais”, realizado pela professora Dayhane de Oliveira Miller. O segundo lugar foi para o projeto “Poetas da Escola”, da professora Claudiana Gonçalves das Candeias Rovetta e o terceiro lugar com o projeto “Picoleteria do Saber”, desenvolvido pela professora Glezia Tamanini. Todos eles realizados na Escola Maria Izabel Falcheto.
Já no tema o Uso das tecnologias no contexto escolar, tivemos apenas um projeto inscrito, “Google Sala de Aula: ambiente virtual para aprendizagens significativas do professor”, desenvolvido pelo professor Geovanni Cremonini da Escola Angelo Bravin.
Nos Temas Contemporâneos em Educação, o projeto vencedor em primeiro lugar foi “Descarte adequado de Resíduos Sólidos: uma questão de conscientização”, da autora Juliana Machado da Silva, professora da Escola Maria Izabel Falcheto. O segundo lugar ficou com o projeto “Reciclar, Inventar e Brincar num mundo sustentável”, da professora Lidiane Dondoni Lorencini, desenvolvido na EMUEF Abraão de Souza e o terceiro lugar, com o projeto “Diversidade Cultural: respeito à diversidade na escola”, da professora Laís Grasse da Costa Sepulchro, realizado na Pré-Escola Municipal Nossa Senhora Auxiliadora.
“Esse resultado é fruto de muito trabalho e de uma equipe unida. O projeto veio para mudar o cenário da escola. Precisamos dar visibilidade ao trabalho dos professores e essa foi uma forma de reconhecermos as inúmeras práticas exitosas desenvolvidas por eles no chão da escola”. Afirmou a Secretária de Educação.
Os primeiros, segundos e terceiros lugares de cada tema receberam como premiação um notebook, um smartphone e um tablet. As escolas que conquistaram a primeira colocação nos projetos desenvolvidos também recebem um valor em dinheiro para aprimorar seus projetos. Todos os demais participantes receberam Certificados de Reconhecimento.

print