ESTUDANTES DO 1º E 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL REALIZAM AVALIAÇÃO DO PROGRAMA MAIS ALFABETIZAÇÃO

Na última semana, aproximadamente 200 estudantes do 1° e 2° ano do ensino fundamental das escolas Angelo Bravin, Maria Izabel Falcheto e São Judas Tadeu realizaram as avaliações somativas do Programa Mais Alfabetização.

O Programa é uma iniciativa do MEC para realizar a correção do fluxo de estudantes que chegam ao 3° ano do ensino fundamental sem estarem alfabetizados.

As escolas contempladas, além de receber recursos para investir em materiais pedagógicos, contam também com um assistente de alfabetização que auxilia o professor nas atividades com os estudantes que apresentam baixo rendimento.

As três escolas atendidas pelo programa contam com quatro assistentes, que recebem uma bolsa no valor de 150 reais mensais por turma atendida. Esse recurso é para ressarcimento de transporte e alimentação dos Assistentes de Alfabetização. Em 2019, o MEC pretende ampliar o programa para todas as escolas do país.

A Coordenadora do PMALFA no município, Sonia Maria Grasse da Costa, vem acompanhando as ações das escolas e disse que já são visíveis os resultados positivos do Programa, especialmente nas turmas do 2° ano. “Estamos começando a colher os frutos do trabalho realizado a partir das ações do PMALFA. Temos certeza que a continuidade do trabalho no próximo ano irá impactar nos resultados da aprendizagem dos estudantes acompanhados pelo Programa”, afirmou Sonia.

print